Pular para o conteúdo

Lista de alimentos não perecíveis

Lista de alimentos não perecíveisQuando você imagina realizar uma doação, quando você quer dar a uma pessoa um tipo de comida, mas tem medo, pois não sabe quando o alimento será consumido, a primeira coisa que você pensa é em oferecer alimentos que não estraguem com o tempo.

Com isso, você volta ao passado, onde fazia campanhas para a escola, arrecadando alimentos para doação, relembrando palavras ditas que até então você não entendia, como alimentos não perecíveis. E, mesmo sem saber, você saía à procura deles.

Hoje, você já toma ciência do que significa a palavra não perecível. E, para saber um pouco mais sobre ela, fique por aqui, que este texto trará todas as informações sobre esses tipos de alimentos.

Leia também:

O que são alimentos não perecíveis?

alimentos não perecíveisNa maioria das vezes, quando se quer dizer sobre um alimento não perecível, a pessoa está se referindo a alimentos que podem ser mantidos em temperatura ambiente por um longo período de tempo, sem que estraguem.

Outras pessoas já definem alimentos não perecíveis como aqueles que você não tem risco de perda.

Acontece que não é possível afirmar que existam alimentos que não corram o risco de estragar.

O fato é que eles estragam sim, e levam a nomenclatura de “não perecíveis” apenas para se diferenciarem dos outros alimentos, como os perecíveis e os semiperecíveis.

Ao longo do texto você aprenderá um pouco sobre esses dois alimentos também, por isso continue lendo esse artigo...

Mas, para definir o que é alimento não perecível, a melhor forma é dizendo que eles são alimentos que possuem o maior prazo de validade e duração, em comparação a outros alimentos.

Ele é o alimento que, tendo uma baixa concentração de água e sendo corretamente armazenado, permanece em boas condições para ser consumido por mais tempo.

Exemplos de alimentos não perecíveis

Como exemplos de alimentos não perecíveis, podemos citar:

  • Feijão cru: antes de ser preparado, o feijão é considerado um alimento não perecível. Isso porque você tem a possibilidade de mantê-lo guardado por um bom tempo, sem que ele perca o seu valor nutritivo.
  • Arroz: assim como o feijão, seu companheiro quase inseparável, também é considerado um alimento não perecível. Estudos realizados com dois tipos de arroz, os com grãos revestidos e os polidos, indicaram que a melhor temperatura para armazená-los é 4,5ºC, sendo armazenado num recipiente de plástico ou de vidro. Mantido dessa forma, ele pode durar até 30 anos.
  • Sal: talvez a melhor definição de alimento não perecível. Sendo um mineral, ele não estraga nunca. Quanto maior a sua naturalidade, melhor. E mais, para obter o melhor aproveitamento do sal, você deve mantê-lo em local seco.
  • Açúcar: o açúcar é um alimento que não possui data de validade. Ele deve ser mantido em um recipiente fechado e seco, a fim de que possa ficar útil pelo tempo que você achar necessário.
  • Café Solúvel: o café solúvel, em pó ou granulado, que ainda não foi preparado, é um alimento não perecível, quer continua tendo a sua validade por um período indeterminado de tempo, mesmo que tenha sido aberto. Para aumentar a sua conservação, é aconselhado que o armazene num freezer.
  • Amido de milho: também um alimento não perecível que, para ter aumentada a sua validade, você deverá retirá-lo do seu recipiente original, o transferindo para um recipiente seco e fechado.

O que é alimento perecível?

Alimento perecívelAlimento perecível é aquele alimento que, contrariamente ao não perecível, tem facilidade para estragar. Um grande exemplo de alimento perecível é o leite. Logo assim que é aberta a embalagem, ele já entra em processo de deterioração.

A carne, os peixes, o tomate e outros produtos hortícolas, frutas que têm suco e são moles, entre outros.

A sua principal característica é ter um alto teor de água e é por isso que devem ser armazenados em ambiente resfriado.

E os alimentos semiperecíveis?

Os alimentos semiperecíveis são aqueles foram submetidos a métodos de conservação que fazem com que os alimentos possam ser conservados por mais tempo.

Como exemplo para esses alimentos, podemos citar as conservas, os produtos hortícolas, como a batata, a cenoura, a beterraba, as frutas maduras, entre outros.

Os alimentos semiperecíveis são aqueles que requerem cuidados com o seu estado, com a sua embalagem, com a data aconselhada para o seu consumo e precisam estar sempre sendo observados, para realmente ver se eles se deterioram durante o armazenamento.

Gostou? Compartilhe!