Pular para o conteúdo

5 Hábitos saudáveis que você deve ter diariamente

Hábitos saudáveisTer hábitos saudáveis é a melhor maneira de ter uma vida com mais saúde, energia e sem doenças. Porem todos sabemos que ter hábitos saudáveis não é nada fácil e exige dedicação e comprometimento.

O fato é que existem muitos hábitos diários que podemos fazer. Pesquisas apontam que o corpo humano acostuma com um novo hábito depois de 21 dias. Isso porquê, esse é o tempo ideal para o corpo se adequar ao novo hábito proposto.

Nesse artigo, vamos abordar 5 hábitos que você pode estar fazendo para melhorar sua saúde ao todo.

1- Trocar o óleo de cozinha pelo óleo de coco ou manteiga orgânica

Os óleos de cozinha (vegetal) é de longe os piores alimentos para sua saúde. Um dos principais motivos é que quando exposto ao calor e luz, esses óleos deixa propenso à oxidação e à produção de radicais livres.

Os radicais livres são um dos responsáveis no desenvolvimento de câncer e no envelhecimento precoce das células.

O óleo vegetal contem gordura poliinsaturados. Esses óleos são os mais inflamatórios dentro de nossos corpos devido à sua elevada reatividade ao calor e à luz. Essa inflamação é o que ajuda a causar muitos problemas internos tais como doenças cardíacas, câncer e outras doenças degenerativas.

As gorduras saturadas são realmente os óleos mais saudáveis para se cozinhar. O motivo é que esse tipo de óleo é estável em condições de cozimento e menos inflamatórios do que os óleos polinsaturados para cozinhar.

Exatamente por isso que os óleos tropicais como o óleo de coco são os melhores para cozinhar eles têm muito poucos ácidos polinsaturados e são na sua maioria composta de gorduras saturadas naturais que são o menos reativo ao aquecimento e portanto os menos inflamatórios em seu corpo após um cozimento.

2- Beber chá-verde todos os dias

Depois da água, a segunda bebida mais importante para o corpo humano é o chá-verde. O motivo é que essa bebida é a mais saudável que existe.

O chá-verde contém quantidades consideráveis de manganês, potássio, ácido fólico, vitamina C, vitamina K, vitamina B1 e a vitamina B2, nutrientes que são essenciais para o bom funcionamento do organismo.

A única ressalva para o seu consumo é a cafeína presente nele. Caso não saiba a cafeína em excesso pode causar dor de cabeça, agitação, irritação e aumento do ritmo cardíaco.

O lado positivo da cafeína é que aumenta o metabolismo, ou seja, faz o seu corpo queimar mais gordura. Teve um filho e deseja se tornar uma mamãe sarada? Comece tomando chá-verde no lugar do café.

É ideal tomar chá-verde de manhã (no lugar do café) ou depois do almoço por exemplo. Evite seu consumo a noite, pois a cafeína presente na bebida pode atrapalhar seu sono.

3- Trocar o açúcar por adoçantes naturais

Hoje em dia é muito fácil encontrar adoçantes naturais em mercados e até mesmo em farmácias. Todos sabem que o açúcar, principalmente em excesso, faz muito mal à saúde. Ele está ligado ao aumento do risco de ter problemas como diabetes, obesidade, colesterol alto, gastrite e prisão de ventre.

Vale destacar que o excesso do açúcar também prejudica a memória e dificulta o aprendizado, o que leva a uma diminuição do rendimento nos estudos e no trabalho.

4- Tomar suplementos

Os suplementos alimentares são ótimos aliados para uma dieta saudável e equilibrada. Eles servem para complementar a alimentação, principalmente uma alimentação que é pobre em determinado nutriente.

Max Amora, Detox Slim, Green Coffee, Turbo Slim, Whey Protein, Spirulina, Hipercalórico, Vitaminas, etc.. podem ser ótimos aliados para sua alimentação.

Para não gastar a toa seu dinheiro com suplementos é aconselhável primeiramente identificar em sua alimentação; qual nutriente que ela é pobre. Com base nisso, você deverá tomar algum suplemento que é rico nesse nutriente.

Exemplo: se sua alimentação é pobre em proteínas, você deverá tomar suplementos proteicos como o Whey Protein.

5- Ler os rótulos dos alimentos

Rótulos dos alimentosEsse é um tipo de hábito que traz inúmeros benefícios para sua saúde. O principal deles é saber quais tipos de substâncias você está consumindo.

O objetivo do rótulo dos alimentos é orientar o consumidor sobre a quantidade e a qualidade dos constituintes nutricionais do alimento, favorecendo então uma escolha apropriada.

Além disso, é preciso estar atento ao prazo de validade, recomendação que vale até mesmo para uma garrafa de água. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária preconiza que, quando o prazo de validade for menor do que três meses, o fabricante é obrigado a colocar no rótulo apenas o mês e o dia em que o produto foi fabricado.